Junho 19 2012

 

O entusiamo com o europeu de futebol, do qual não me excluo, tolhe-nos a lucidez. Reduz a iniciativa e o debate. Impõe-se agitar isto!

 

Primeiro porque a manutenção no euro da bola não significa qualquer melhoria económica no país. Depois, porque a vitória sobre a República Checa não significa a eliminação da República Chéché.

 

Mas vejamos o atual torpor da nossa sociedade. Não é estranho que o PCP não tome a iniciativa de apresentar uma moção de censura ao governo da seleção. Protestando veementemente junto de Paulo Bento e a sua falta de tranquilidade após a vitória contra a Holanda. Quase parecia um pacto de agressão.

 

Faz-me confusão a falta de resposta do Pingo Doce, definitivamente surpreendido pela sumptuosidade do Continente no Terreiro do Paço. Não estaria a tempo de responder à altura com uma sardinhada no Palácio de Belém abrilhantada pelo Toy. Ou mesmo, por coerência, patrocinar a festa das tulipas em Campo Maior, essa flor tão típica da sede do Grupo Jerónimo Martins.

 

E neste monopólio televisivo que o futebol impõe, só muito fugazmente interrompido por coisas desinteressantes como as eleições na Grécia e o futuro da Europa, vinga o vazio no debate, na arte ou ideia. Altura ótima para transfusões no sistema nacional de saúde, chumbos à renovação de professores e à desbaratização de ativos públicos.

 

Quando isto terminar, temos que exigir mais debate público e programas inspiradores, aproveitando as opiniões dos verdadeiros especialistas nacionais. Aqui vão algumas sugestões fundamentais para um novo paradigma televisivo: As viagens da minha esposa com Carlos César, Presidente do Governo Regional dos Açores. As reflexões outlet de um foragido com vida frugal, programa da autoria de José Sócrates que, pelo seu mérito cultural, seria uma Parceria Público Privada. Justiça para todos, espaço de debate moderado por Isaltino Morais, Duarte Lima e Fátima Felgueiras. Olhos nos olhos, o estado da saúde e da oftalmologia por Medina Carreira e Paulo Macedo. O “coiso” e o pastel de nata, magazine sobre economia paralela (autor desaparecido). Massamá, terra de oportunidades, programa cor-de-rosa inspirado pelos Passos de Pedro. Um mundo por revolucionar na televisão…

publicado por pontoprevio às 13:02

mais sobre mim
Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO